segunda-feira, 11 de maio de 2015

RESENHA: MONSTRO


Fala Galera! Antes do acidente que transformou Robert Bruce Banner no Incrível Hulk, o bom doutor passou por momentos de grande dificuldade, dentre eles a rejeição desde a infância pelo próprio pai.

O Doutor Brian Banner está muito nervoso, pois sua esposa está em trabalho de parto e ele não está nada a vontade com isso, ele julga que a criança que virá ao mundo será um monstro, tal conclusão se deve ao fato de Brian ter sido exposto a radiação.


A criança recebeu o nome de Robert Bruce Banner, os médicos mantiveram a criança no hospital durante os primeiros meses de vida e Rebecca Banner está muito feliz por finalmente ter seu filho em casa.


Brian nunca fica a vontade junto de seu filho e com o passar dos anos as coisas pioram muito, Bruce e Rebecca são agredidos, a violência aumenta numa dimensão tão grande que Brian mata a esposa.


Os anos passam Bruce vai para a faculdade e se destaca por sua inteligência, mas nem tudo são flores, muitos colegas sentem inveja dele e por ser muito introvertido ele não consegue construir amizades.

Com o desenvolvimento de suas pesquisas Banner consegue um contrato com o exército para criar a bomba gama, ele conhece Betty Ross e durante o teste da bomba ele é pego pela explosão resultando no surgimento do Hulk.


De volta a encruzilhada o Doutor Bruce Banner reflete sobre a sua condição ele se considera um homem amaldiçoado e ele nunca terá uma vida normal, ele nada mais é do que um monstro.


O que Banner não sabe é o que Beyonder está perambulando por muitos lugares (prelúdio para Guerras Secretas II) e encontra Bruce na encruzilhada, ele percebe todo o sofrimento de Bruce e pensa que pode ajuda-lo, então ele provoca uma mudança no fluxo de energia e parte dali.


Bill Mantlo escreveu um belo roteiro em The Incredible Hulk 312, o referido escritor entrega para o leitor uma história da origem de Bruce Banner muito bem elaborada, a tensão no momento do nascimento, a rejeição pelo pai, a origem da Tríade, a timidez, o primeiro contato com Betty Ross e o surgimento do Hulk flui de uma maneira fantástica pelas páginas da revista.

Embora seja uma história antiga (1985) ela não envelheceu e prende o leitor do começo ao fim, é muito bacana ver que Bruce é extraordinariamente inteligente desde menino, na faculdade os colegas de turma dele sentem inveja pelo fato de não conseguir acompanhar o intelecto dele.


Mike Mgnola desenha de forma de muito competente e cada painel foi muito bem composto pelo referido artista.

Quando a história foi publicada no Brasil em O Incrível Hulk 63 a editora Abril omitiu informações do final da história (cortou as páginas) e quando você se depara com a versão original descobre que o Beyonder mexeu os “pauzinhos” para que Bruce fosse liberto da encruzilhada.




Páginas cortadas pela editora Abril

Até a próxima!




9 comentários:

  1. historia otima,confesso q quando li pela primeira vez mexeu comigo!!excelente resenha!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bill fez um trabalho fenomenal na mensal do Hulk e essa história é fantástica.

      Até mais.

      Excluir
  2. Mandou muito bem nesse artigo / resenha!

    ResponderExcluir
  3. Pois então João!! Esta é uma das minhas histórias preferidas do Hulk (da fase do Bill Mantlo), porém algum tempo atrás rolou um boato de que esta história (pelo menos a ideia original) era na verdade de uma Graphic Novel que Barry Windsor Smith estava desenvolvendo para o Verdão, mas nunca conseguiu terminar. Me lembro que na matéria mostravam até uns desenhos do Windsor Smith e neles aparecia a família Banner jantando na mesa, com o parecia ser um Hulk ainda mais deformado.
    Não que eu queira tirar o mérito do Mantlo, é só mesmo a título de curiosidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não seria a primeira vez que diriam que Mantlo se inspirou na obra de alguém. Mas a arte do Windsor Smith para esse obra que você se referiu é linda demais.

      Excluir
  4. Ah!! Foi aqui que eu vi!!
    http://goodcomics.comicbookresources.com/2010/02/25/comic-book-legends-revealed-249/

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Concordo com você, o difícil é convencer a Panini disso.

      Excluir