quarta-feira, 20 de abril de 2016

RESENHA: THE TOTALLY AWESOME HULK 5

AVISO: TEM SPOILER


Fala Galera! Um novo arco começa em The Totally Awesome Hulk 5, o objetivo do presente texto é tecer algumas considerações a respeito da presente edição.

Sabe aquele momento em que você senta para ler um gibi do seu personagem preferido? Para os fãs do Hulk isso não tem dado muito certo dada a atual fase do personagem, não temos mais o Hulk, mas um Hulk, um Gigante Verde de dezenove anos.


Ler The Totally Awesome Hulk 5 é se deparar com Greg Pak tentando transformar Amadeus Cho num protagonista interessante, ele até poderia ser, mas aqui não funciona, o personagem não tem o apelo que o título requer.

Deparei-me com a irmã de Amadeus preocupada com irmão, vai que ele perde o controle e esmaga tudo que tem em torno dele, e se ele se tornar um perigo para todo mundo? A preocupação é legitima, mas vê-la repetindo isso o gibi inteiro é muito chato.


Por outro lado Pak trouxe Encantor para a história, a asgardiana deseja recrutar o Hulk, fazer com que o monstro lute ao lado dela, ou por ela, afim de que ela conquiste o poder absoluto, quer ela ser rainha, ela tenta manipular rapaz, mas isso também não chama a atenção, na verdade fica sem graça.


Amadeus anda tendo sonhos, sonambulismo anda fazendo parte da vida dele agora, é por esses caminhos que Encantor tenta chegar ao coração dele e com isso usar o poder do Hulk, quer ela despertar o ódio que supostamente tem guardado no coração, pois a mágoa, quando unida ao ódio pode ser uma arma poderosa.

Nisso tudo dá para perceber a tentativa de Greg Pak  conquistar o leitor, de mostrar que o Hulk/Cho é uma boa ideia, mas por mais que ele tente fica difícil abraçar a ideia proposta por ele, o mundo não precisa de um novo Hulk, o mundo precisa do bom e antigo Hulk.

No final surge a Thor, querendo saber os detalhes de tudo que está rolando, afinal de contas precisa ela deter Encantor, para saber o que vai acontecer o leitor não pode perder a nada aguardada próxima edição.


Não posso encerrar esse texto sem mencionar a arte, sou fã do trabalho de Mike Choi, normalmente o cara manda muito bem, mas gente aqui a arte dele não funcionou, não ficou bom, parece que ele desenhou correndo, os traço está imperfeito, não enche os olhos como de costume.

Resumindo, The Totally Awesome Hulk continua fraco, enquanto fã sigo na leitura, sempre na esperança de que isso tudo mude e o bom e velho Hulk retorne nas mãos de uma equipe criativa competente e quem sabe damos a sorte de termos um editor diferente, pois penso que Mark Pannicia já deu o que tinha que dar.

Nota 4,0


Até a próxima!

5 comentários:

  1. The Totally Awesome LIXO .... REVOLTA DA PORRA EU ESTOU VELHO , NÃO COMPRAREI ESSAS EDIÇÕES QUANDO SAIR NO BRASIL , SERÁ A PRIMEIRA VEZ QUE SAI MATERIAL DO HULK NO BRASIL E EU NÃO IREI COMPRAR , TENHO TUDO QUE SAIU DO VERDÃO NO BRASIL DESDE 1983 !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A situação está complicada para gente meu amigo.

      Excluir
  2. Tamos ficando velho mesmo. Esse totalmente "chato" Hulk não dá. As últimas revistas do Hulk estavam muito boas, pra que mexer? Vou ficar aqui esperando o Banner voltar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Leonardo a coisa tá complicada para gente, mas eu espero que lá pela edição 12 do novo Hulk aconteça alguma coisa e o Banner volte.

      Excluir