quinta-feira, 16 de abril de 2015

RESENHA: THANOS VS HULK 4

AVISO: TEM SPOILER


Jim Starlin contou a conclusão de Thanos vs Hulk, uma edição quase toda dedicada ao combate do Golias Esmeralda com o Aniquilador.

O Aniquilador consegue fazer um upgrade nos seus poderes, ele hulkficou e testa a sua força contra o Golias Esmeralda. A luta começa equilibrada, mas o senhor da Zona Negativa usa seu poder de provocar (gerar, inserir)  o medo nas pessoas contra o Hulk e isso faz com que a luta o favoreça.


O Hulk foge de seu algoz, procura ele manter a distância para que os efeitos dos poderes do Aniquilador sessem, o Golias Esmeralda golpeia seu oponente e provoca um dano em sua nova carapaça. Por sua vez, o Aniquilador usa seu bastão Cósmico contra a Hulk.

Enquanto tudo isso ocorre Pip o Troll procura uma maneira de ajudar o Golias Esmeralda, quando ele tem uma chance ele ataca o Aniquilador e usa seus poderes para teleportar o Hulk de volta para a Terra.


Thanos vs Hulk é uma minissérie que é tudo, menos um Thanos vs Hulk, o Titã Louco tem uma participação pífia na narrativa que torna o Hulk um personagem coadjuvante e o Aniquilador o protagonista dessa coisa toda.

Starlin escreveu uma história que em momento algum prende o leitor, ao mesmo tempo o referido autor usa a minissérie para deixar o Aniquilador muito forte e para preparar um contexto para um possível trabalho na ala cósmica da Marvel.


Em resumo, Starlin tem capacidade para fazer coisa bem melhor do que temos aqui, o que é uma pena, pois é um claro desperdício de talento.

Nota 6,0

Até a próxima!


5 comentários:

  1. Não entendi: o grande desenhista HERB TRIMPE faleceu essa semana e não ganhou nem um post?

    ResponderExcluir
  2. Fala Roberto, hoje ainda eu corrijo essa falha de não escrito nada a respeito do falecimento do Herb Trimpe

    ResponderExcluir
  3. O Jim Starlin deve estar caduco!! Eta histórinha ruim!!

    ResponderExcluir
  4. NOTA ZERO. STARLIN É APAIXONADO PELO ROXO DE CALCINHA METÁLICA. PODRE.

    ResponderExcluir
  5. Desde aquele INACREDITÁVEL quadro em que Thanos derruba Drax e o Hulk COM UM TAPA NAS CARAS, no final de Desafio Infinito, estava claro que mesmo na ficção delirante, incoerente e sem sentido dos quadrinhos, Jim Starlin não tem credibilidade alguma para escrever algo sobre o Hulk. Pior: como ele faz Thanos fisicamente invencível, imorrível e inimputável, está claro que jamais o veremos derramar sangue do Titã Louco.

    ResponderExcluir